Ações marcam o Dia da Consciência Negra em Sorocaba

21/11/2018

Dezenas de pessoas acompanharam ontem (20), as atividades que lembraram o Dia da Consciência Negra, uma referência a Zumbi dos Palmares, líder da resistência contra a escravidão que morreu no dia 20 de novembro de 1695. Ativistas, grupos culturais e religiosos se uniram pelo respeito, a liberdade e à tolerância racial.

O movimento em Sorocaba foi encabeçado pelo Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra (CMPDCN), com apoio da Coordenadoria da Igualdade Racial, vinculada à Secretaria da Cidadania e Participação Popular (Secid), com apoio da Prefeitura de Sorocaba por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), e pelo Centro Cultural Quilombinho e Capela João de Camargo.

As atividades começaram pelo pela manhã na Igreja de João de Camargo – Nosso Senhor do Bonfim, com a apresentação de grupos de Maracatu, Maculelê, capoeira, entre outros, além de um ato ecumênico com representantes de diversas designações religiosas. Os grupos também lembraram e homenagearam  Rosangela Alves, que morreu no ano passado e foi fundadora do Centro Cultural Quilombinho, entidade beneficente que desenvolve ações com crianças e adolescentes promovendo o resgate da auto-estima, utilizando a arte e valorizando a cultura afro brasileira.

Depois das apresentações, o grupo seguiu em uma marcha pela avenida Barão de Tatuí até a Praça Frei Baraúna (centro), onde aconteceu a tradicional Feira Crespa com diversas atrações culturais, música, teatro, dança, sarau e desfile de beleza, além de cerca de barracas que comercializaram produtos artesanais e alimentos de origem africana ou afro-brasileira.

Para o secretário de Cultura e Turismo de Sorocaba, Werinton Kermes “essa festa foi mais um convite para que a sociedade reflita sobre a intolerância racial e para a importância dos negros na sociedade. A cultura negra está muito presente nessa cultura, seja pela música, pela dança, pelo teatro.  Por isso, o governo municipal dá o apoio a essas ações”, disse. Secom/Sorocaba(21/11/18)

Tweets
Voltar ao Início