Em protesto, motoristas do transporte coletivo de Sorocaba cruzaram os braços

15/05/2018

Motoristas do transporte público de Sorocaba paralisaram as atividades por mais de três horas no final da tarde de ontem (14) para protestar contra o prefeito José Crespo. Após uma assembleia, o serviço foi retomado às 20h30. Segundo o sindicato da categoria, o motivo do protesto foi uma ameaça que o prefeito Crespo teria feito a motoristas da linha 31-Cajuru durante a manhã. Conforme o sindicato, Crespo ameaçou os motoristas de demissão por justa causa por não parar em pontos de ônibus. 

Em nota, a Prefeitura afirmou que o prefeito "apenas cobrou que o motorista parasse nos pontos de ônibus para atender os usuários do transporte coletivo, como é seu dever, e disse que vai fiscalizar novamente." Ainda de acordo com o Paço, Crespo determinou que a Urbes adeque o volume de ônibus na linha do Cajuru. G1

Tweets
Voltar ao Início