Presidente Jair Bolsonaro no programa Silvio Santos

06/05/2019

O presidente da República, Jair Bolsonaro, fez uma ampla defesa da reforma da Previdência em entrevista ao apresentador Silvio Santos, do SBT, transmitida ontem a noite (5).

Ao comentar sobre a proposta em tramitação no Congresso Nacional, Bolsonaro buscou destacar que os principais objetivos são “ajudar os pobres” e garantir a sustentabilidade do sistema previdenciário para que futuras gerações tenham suas aposentadorias garantidas.

“Deixo bem claro que essa reforma é para ajudar os pobres, é exatamente o contrário do que alguns políticos de esquerda vem falando”, declarou o presidente.

O presidente também disse que a maioria dos parlamentares já está “convencida” da necessidade de se aprovar a reforma, embora isso possa gerar “desgaste político” a alguns setores.

A pauta da Previdência também foi exaltada pelo próprio Silvio Santos, que comentou diversas vezes na conversa com o presidente que a manutenção das regras atuais levaria a um quadro inflacionário no País.

“Se o governo não puder pagar os aposentados, ele não vai deixar esse pessoal. Ele vai fazer dinheiro. Fazendo dinheiro, vai começar inflação”, disse o apresentador do SBT. 

A entrevista se desenrolou em tom descontraído com perguntas sobre o signo de Bolsonaro e a hora em que o presidente acorda. No início da entrevista, que se estendeu por 30 minutos, Silvio Santos reapresentou uma participação de Bolsonaro em um show do humorista Serginho Malandro, antes de ser eleito. Ainda houve um momento para Silvio perguntar se Bolsonaro, aos 64 anos, nunca foi confundido como avô de Laura - a filha mais nova do presidente. A garota tem 8 anos. O presidente respondeu que sim e que isso "é uma prova que ainda está na ativa e sem aditivo". 

O programa foi um dos mais comentados ao longo do dia, nas redes sociais. No Twitter a hashtag #BolsoSilvioVemAí figurou entre as mais populares. 

Tweets
Voltar ao Início